terça-feira, 27 de setembro de 2016

Aberrações

Leio e leio e leio,
Fico cada vez mais perplexo!
Versões, traduções, adaptações,
Sem que haja um só nexo.

Brhama não manda prevaricar
(como suas devotas prevaricam!)
Alá não manda aterrorizar
(como seus crentes aterrorizam!)
Javé não manda perverter
(como seu clero é pervertido!)

Fico perplexo, perplexo, perplexo!
Foram alterados os textos sagrados a bel-prazer
Só foram moldados para satisfação de fiéis.
(fiéis as suas crenças anormais,
E infiéis às celestiais).

Batalhas perdidas
(pobre Krsna, em Karuksetra).
Alianças desrespeitadas
(pobre Moisés, no Sinai).
Leis desobedecidas
(pobre Maomé, em Medina)
Krsna, Moisés, Maomé,
Por sacras palavras falaram,
E por seu deus ensinaram
Caminhos de salvação,
Porém os seus seguidores,
(por puros de coração)
Arvorados de tradutores,
E sendo sacros gestores,
Como da verdade senhores,
Alterando o original,
Fizeram nova versão.

Krsna, Moisés, Maomé,
Teus puros de coração,
Mudaram tuas palavras,
E com suas bocas anunciam,

Somente – aberrações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário